Festa de CasamentoPlanejamento FinanceiroRelacionamento

Juntar dinheiro: 3 dicas para casar em 2 anos (+1 de bônus!)

Por 13 de outubro de 2017 abril 3rd, 2019 Nenhum comentário

Vocês decidiram se casar e esse é um momento de grande alegria, que sempre é uma celebração muito importante na vida do casal. Parabéns!

A pergunta que muitos casais fazem nesse momento é: “Como vou juntar dinheiro para a festa dos meus sonhos?”.

Casal feliz com a mulher nos ombros do seu companheiro, com braços abertos sentindo a brisa do mar

Casal feliz comemorando depois de uma grande conquista

Passado aquele momento mais eufórico, imagino que uma das primeiras dúvidas que surgiu em vocês foi:

MAS AFINAL QUANTO CUSTA UMA FESTA DE CASAMENTO?

ebook planejamento financeiro

Nesse e-book gratuito ensino como elaborar um planejamento financeiro pessoal que traz resultados.


Quer saber como? Então, baixe o e-book gratuitamente.

Jamais enviaremos SPAM ou compartilharemos seu e-mail.

Acertei?

Então, continuem lendo para saber mais como se programar para esse objetivo. E se quiser saber as maiores preocupações na organização da festa de casamento, confira nosso podcast sobre isso clicando aqui.

Quanto custa casar

Quanto custa casar

Antes de mais nada, é importante que vocês conversem e entendam juntos como vocês pretendem celebrar esse momento. Terão festa ou farão apenas um almoço/jantar? Quantas pessoas serão convidadas? Irão servir champagne e vinho, apenas cerveja ou não terá bebida alcoólica?

Definidos como será o casamento e qual o seu tamanho, as dúvidas certamente serão outras:

  • Será que ele cabe no nosso bolso?
  • Como organizar nossas finanças para pagar a festa no prazo que a gente escolheu?

Por isso, esse texto irá ajudá-los a entender como investir para casar em dois anos. Caso o prazo de vocês seja menor, as orientações que eu escrevi podem ser adaptadas por vocês, ok?

Uma coisa é certa: como a data já está definida, não faz sentido correr muito risco nos investimentos, pois imaginem se vocês fazem um investimento mais arrojado e ele perde valor de mercado faltando 3 meses para o casamento? Seria um desastre, certo?

#1 Sejam conservadores nos investimentos

Para o seu casamento, é melhor ser mais conservador nos investimentos e ter o dinheiro disponível para a data marcada, que passar por uma dor de cabeça com investimentos mais arrojados.

Casal celebrando uma conquista

Casal celebrando

Outro passo importante: juntos escrevam em um caderno (ou em um excel) uma linha do tempo com todos os meses que faltam até o casamento e procurem detalhar que compromissos vocês estimam pagar naquele mês, no próximo e assim sucessivamente até a data da celebração.

Vocês conseguem juntar esses valores contando somente com as sobras mensais de vocês? Em caso positivo, ótimo! Em caso negativo, será importante 2 passos:

  • Aumentar as sobras mensais de vocês
  • Contar com os juros dos investimentos nos cálculos de vocês

#2 Mantenham um controle com os gastos futuros

Desenhem um cronograma com o fluxo financeiro mensal dos compromissos que serão assumidos

Planilha orçamento casamento

Planilha orçamento casamento

#3 Como juntar dinheiro para casar

Lembrem-se de considerarem seus conhecimentos sobre os investimentos que serão escolhidos, seja mais conservador e considerem aqueles investimentos que rendam mais que a inflação nesse cenário.

Juntar dinheiro para casar

Juntar dinheiro para casar

Levem em conta 3 fatores:

INFLAÇÃO

Por menor que ela esteja (atualmente 2,5% nos últimos 12 meses*), os preços aumentam com frequência, principalmente em fornecedores de casamento. Se vocês investirem em algo que não corrige nem a inflação, como a poupança, deixarão de ganhar e poderão não ter dinheiro suficiente quando precisarem pagar as contas do casamento.

CONHECIMENTO SOBRE O INVESTIMENTO

Vocês se sentem seguros ao investirem em uma determinada modalidade? Quanto mais vocês conhecerem sobre um investimento, mais tranquilo ficarão acompanhando sua evolução. ATENÇÃO: investir em algo só porque vocês receberam uma “dica” de alguém e sem conhecimento prévio, pode ser inadequado para vocês.

SEJAM CONSERVADORES NOS CÁLCULOS

Contem com os juros dos investimentos na hora de fazer seus cálculos, pois devem ser considerados para estimar o quanto precisarão guardar. Seja mais conservador e não superestime os juros que irá receber. Por exemplo, imagine se vocês tem uma conta de R$10.000,00 e, faltando um mês para o casamento, só têm R$9.000,00 porque contaram com juros que não vieram? Melhor evitar problemas indesejados.

Por fim, evitem esses investimentos por serem mais arrojados e sofrerem com mais oscilações:

  • Ações
  • ETFs
  • Fundos de ações
  • Fundos imobiliários
  • Fundos multimercado com estratégia que envolva ações
  • Previdência privada (este investimento pode não sofrer tantas oscilações, mas é feito para o longo prazo e vocês podem pagar muito imposto no momento do resgate do dinheiro)

# Recomendação bônus

Tenho uma recomendação extra para ajudá-los na organização do casamento.

A contratação de uma assessoria de casamentos pode ajudar e muito vocês na hora de escolher o que fazer, como fazer, levantar orçamentos diferentes e ajudar na negociação com fornecedores. Considerem separar uma parte do orçamento do casamento para contratar uma assessoria em média por volta de 5-10% do valor total do casamento.

Gostou do texto? Deixe seus comentários e dúvidas abaixo.
E use os botões sociais para compartilhar o texto!

Comentário no Artigo

  • Este campo é para fins de validação e não deve ser alterado.

Ricardo Fiorelli

Ricardo Fiorelli

Planejador Financeiro com 9 anos de experiência no mercado financeiro. Já ajudou mais de 200 famílias a se organizar financeiramente para sair das dividas e investir melhor. Acredita que toda pessoa pode conquistar mais se tiver maior consciência financeira.